Seu texto aqui! #Ainda é possível crer no verdadeiro amor

Quer ver seu texto aqui no meu blog? Me manda o conteúdo para santaseloucascontato@gmail.com que logo em breve ele será postado aqui!

Hoje o texto é da Ani  do blog Ani Lima! 🙂

tumblr_lh3c11sj0X1qgqqqio1_500

Estava na fila do supermercado, era por volta do meio dia, no dia 06 de janeiro de 2015, em Cotia, à espera do meu pai que tinha saído da fila para buscar algo que tinha esquecido, o supermercado estava cheio, mas permanecia paciente à espera de ser atendida. Meu pai finalmente volta com dois chocotones, deveria ter desconfiado que ele tinha ido atrás de alguma guloseima, ele adora doces.

Logo após meu pai ter voltado, uma senhora que aparentava ter por volta de 60 anos, de pele morena, cabelo finos, que estavam presos, pele enrugada e com lindos olhos castanhos, para com o seu carrinho de compra atrás de nós dois, e após alguns instantes, decide perguntar a mim: “Ele é seu namorado”? Sorri, e respondi que era meu pai, ela sorri de volta e comenta que ficou curiosa em saber, porque hoje em dia há casais que namoram e a diferença de idade entre eles é perceptível, após esse assunto, esta simpática senhora resolveu perguntar sobre a minha vida amorosa, e disse que eu tinha que namorar bastante, estudar, construir o meu futuro, e pensar bem antes de decidi me casar, pois esta, era uma das escolhas mais importantes que a vida nos propõe.

Conversa vai, conversa vem, e ela comenta sobre o seu casamento, e diz que perdeu seu marido há poucos meses, e que vida ainda estava á ensinando viver sem ele, essas lindas palavras e a emoção em seu olhar me comoveu, decidi perguntar mais sobre o seu casamento, sempre gostei de ouvir histórias de amor. Então esta senhora decide me contar um pouco mais de seu casamento, ela diz que seu marido sempre foi um homem muito bom, não apenas para ela, mas para todos a sua volta, que todo o final de semana ele á convidava para ir em um restaurante, sempre deixava ela escolher o local, até comenta, que eles revezavam o dia em que cada um ia dirigindo, que ele sempre foi um homem muito carinhoso, e fazia de tudo para vê-la feliz. Contou que no dia de sua morte, os dois estavam em casa, e ela percebeu que ele estava tossindo demais, insistiu para que eles fossem ao médico, mas ela cita que ele era um homem muito teimoso, ela continuou insistindo, até que ele aceitou, ela o levou até o hospital do coração em São Paulo, pois segundo ela, tinha percebido que poderia ser algo do coração, e quando ele estava no corredor, indo até a sala do médico, ele já começou a passar mal, após isso levaram ele para UTI e após este momento ela não o viu mais com vida.

Essa linda e triste história me fez refletir sobre o quanto pode ser intenso o amor de duas pessoas mesmo com tantos anos de casado, como se o amor que sentiam um pelo outro se se renovasse a cada ano, fosse intenso e sem fim. É bom acreditar e ter esperança que o “para sempre” possa existir, em pleno século XXI onde o amor de muitos está se esfriando. A conversa foi tão boa e interessante que acabei até esquecendo de perguntar o nome da senhorinha, mas ainda me lembro que após a fila ter andado, eu e meu pai ter passado ao caixa, quando fui me despedir dela, a última palavra que ela disse foi: “felicidades”.

Anúncios

8 comentários sobre “Seu texto aqui! #Ainda é possível crer no verdadeiro amor

  1. Ótima história, hj o amor não dura por conta de uma única coisa: Muitos não sabem amar e só querem receber e não verdadeiramente dar. Amar é negar a si e fazer a pessoa amada feliz e quando só uma pessoa faz isso, os problemas sempre prevalecerão quando aparecerem e logo um relacionamento pode não durar… Por isso é muito importante ter a certeza que realmente está disposto em amar alguém afinal amor não é apenas um mero sentimento. Amor é decidir cuidar com a própria vida e todo custo! =)

    Curtir

  2. Deu vontade de chorar…ler e ouvir histórias assim, me fazem acreditar um pouco mais. Não estou falando do amor em si, mas de que pode continuar até o “fim”. Acho que algumas pessoas tem seu encontro de almas feito em outro lugar, muito antes de existirmos. A gente acha que amor é aquela paixão louca, mas não é só isso, isso é uma fase só. Muitos desistem quando a paixão acaba e não cultivam os outros tantos laços necessários que, imagino, formem o amor. Bem escrito e passou a emoção da história. Não precisa de nomes, os nomes não importam tanto assim. A lição de que devemos cuidar e aproveitar ao máximo a companhia daquela pessoa especial, é o que vale no fim de tudo. Pode ir até a morte física ou não, não deixa de ser amor.
    Lindo de verdade! ❤

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s