Ménage à Trois – Parte Dois

menagee2
Como prometido, a segunda parte sobre ménage! Na primeira parte tratamos do que é necessário refletir antes de tomar uma decisão como essa quando estamos em um relacionamento. Verificar se está preparado para isso é essencial, afinal de contas, nem todo namoro ou casamento está forte psicologicamente para colocar em pauta um assunto que ainda é tabu para muita gente.

Agora, para os casais que já discutiram a respeito e decidiram que querem ter essa experiência pela primeira vez, aqui vão minhas dicas para tirar o medo e frio da barriga de cena!

A Escolha da 3ª Pessoa
A escolha da pessoa deve ser completamente consensual, não vale insistir por alguém que você quer sem pensar no seu companheiro. Além disso, evite pessoas do cotidiano ou com quem já existe algum envolvimento emocional, pois por mais bem resolvido que você e seu parceiro sejam, os sentimentos podem ficar expostos quando o real objetivo era uma parceria entre você e seu namorado. Além de, é claro, da possibilidade do constrangimento que poderá vir ao encarar a pessoa no dia-a-dia.

Deixar claro o que é permitido
Tanto por conta de ciúmes tanto por conta de desentendimentos, isso é necessário. Imagina se a outra gosta de coisas que seu namorado já te pediu e você não topa – assistir isso pode ser meio desconfortável. Fora casos em que o casal está muito acostumado com alguma coisa e a terceira pessoa não curte. Então é sempre importante deixar os limites estabelecidos.
Um limite muito pessoal meu é no after sex. Aquele carinho que vem depois do sexo, os beijinhos, abraços, amor, cumplicidade. Isso eu ainda não consigo dividir com ninguém porque, infelizmente, acabaria estragando meu clima. Nessa parte dos limites o mais importante é o respeito, ninguém deve fazer o que um dos outros dois não se sente à vontade.

Atenção para as 2 pessoas
Um ménage trata-se de três pessoas, não de duas. Voyerismo é outra situação, que isso fique claro para todos. Não seria legal chamar uma terceira pessoa para um de vocês se sentir abandonado. Não será legal nem para a pessoa que entrou nessa pelo prazer e diversão, pois com certeza topar um ménage e se sentir excluído é frustrante. Além disso, pode ser muito empolgante ter alguém além do seu parceiro(a) com vocês, mas não dê a atenção certa para o seu amor do “todo-dia” e isso pode causar uma boa mágoa.

Onde fazer
Isso depende do clima entre vocês. Conheço quem tenha feito em motel, em casa ou em clube de swing, ainda que em quarto particular. Pessoalmente, acho chato levar para a minha casa, o meu espaço, alguém com quem não pretendo ter um vínculo. Então, principalmente por querer privacidade e ser algo novo, é interessante sim pensar em um motel. Mas, como sempre digo, cada caso é um caso e o que é confortável para um pode não ser para o outro. O melhor é analisar com a opinião dos três.

menagee1

Considerações Finais
➸ Muitas camisinhas. Pois é, você não deve usar a mesma em duas pessoas diferentes, nunca. Saúde em primeiríssimo lugar;
➸ Esquente o clima primeiro. Sexo sem preliminares não é bom nem em dois, muito menos em três. Eu sei que você estará ansioso(a), mas apressar as coisas apenas estraga tudo;
➸ Um ménage com seu parceiro é, acima de tudo, um ato de cumplicidade. Se não achar bacana, precisa se abrir com a pessoa e explicar o que incomodou (a sós e sem chilique, claro).

Anúncios

5 comentários sobre “Ménage à Trois – Parte Dois

  1. Eu super curto a ideia, mas tenho medo de pegar DSTs! Como eu sou solteiro, eu teria que arranjar um casal desconhecido (porque com um casal conhecido eu não tenho coragem), então assim não saberia como esse casal lida em relação a cuidados em relações sexuais anteriores.

    Curtido por 1 pessoa

    • Mais pro futuro pretendo comentar sobre ménage para os solteiros 😉 Muita gente hoje usa o app 3der, mas realmente, se descuidar na hora H não compensa, de jeito nenhum (principalmente pelo que você comentou de não saber da saúde dos outros participantes).

      Curtido por 1 pessoa

  2. Eita assunto que rende né? Bom de ler e de fazer!

    Seu zelador preferido quer dar uma dica que começou lá na parte 1: Comece a amadurecer a ideia indo a uma casa, pra se acostumar com a brincadeira mas também pra medir ou ter uma prévia do comportamento do outro. Criança que não se comporta no parque, a mãe não leva mais! rsrs

    Bela ilustração, esse filme é ótimo!

    Parabéns pelo texto.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s